Scroll to top

Cuidados com a Asma e Bronquite

No Inverno, o frio e os ventos secos não trazem apenas ares de mudanças, mas aumentam também a suscetibilidade à doenças.

 

Mudanças no estilo de vida, temperatura e etc, deixam seus pulmões mais vulneráveis à doenças não só contagiosas mas também doenças crônicas como asma e bronquite.

A asma e a bronquite são doenças diferentes mas que afetam diretamente nossos pulmões. Pesquisadores acreditam que elas se desenvolvem por causa de vários fatores genéticos e ambientais.

A bronquite é uma doença pulmonar obstrutiva e, embora a bronquite e a asma estejam relacionadas e sejam ambas distúrbios pulmonares, elas têm causas diferentes.

As pessoas que desenvolvem bronquite o fazem por causa de uma infecção respiratória ou uma condição de saúde secundária, como uma doença auto-imune ou fibrose cística.

Asma e bronquite também são diferentes em nível celular. A asma está ligada às células que estão relacionadas à inflamação, enquanto a bronquite está ligada às células envolvidas no combate à infecção.

Fatores ambientais são, em grande parte, responsáveis pelo surgimento dos sintomas dessas doenças. E, com tantos fatores que podem ser causadores, se previr contra essas doenças pode ser uma tarefa complicada mas não impossível.

 

Como se prevenir contra Asma e Bronquite?

 

Identifique os principais causadores

Tanto a Asma quanto a Bronquite são normalmente causadas por agentes, como:

  • Mofo;
  • Pólen;
  • Ácaros;
  • Outros alérgenos.

 

A melhor maneira de se livrar dessas partículas que ficam suspensas no ar é limpar a casa regularmente e trocar e lavar principalmente roupas de cama e tapetes, ao menos 1x por semana.

 

Lembre-se também de usar alguma máscara que você encontra em farmácias ou também lojas de construção, para evitar que as partículas de poeira entrem pelo nariz e/ou boca e aumentem os sintomas da asma e bronquite.

 

Pratique exercícios respiratórios

Adote uma rotina de exercícios que envolva exercícios respiratórios para fortalecer o seus pulmões e o seu diafragma.

 

Natação e exercícios que envolvam muita respiração como corrida ou andar de bicicleta são ótimas opções para você começar. Além de ajudarem na sua respiração, exercícios regulares previnem várias doenças e também ajudam na saúde geral do seu organismo.

 

Não fume

O hábito de fumar pode levar à problemas muito sérios e graves como câncer de pulmão, garganta e boca, e outras várias doenças relacionadas ao tabagismo, como doenças vasculares e cardíacas.

 

Caso você possua também algum quadro de bronquite, asma ou bronquite asmática, os sintomas podem ser potencializados pela fumaça e substâncias inaladas ao fumar.

 

Por isso, procure um acompanhamento caso você não consiga cortar esse hábito por vontade própria.

 

Mantenha uma alimentação saudável e beba água

Uma alimentação saudável, além de proporcionar mais energia para o seu dia, contribui para o fortalecimento do seu organismo.

 

Um organismo forte, que recebe todos os nutrientes diariamente, está mais preparado para combater doenças e minimizar os efeitos de outros problemas de saúde.

 

E a ingestão dos níveis recomendados de água (mais ou menos 2 litros por dia, dependendo da sua altura, peso e idade) ajuda seu corpo a repor os seus níveis hídricos e também nos processos renais para eliminação de toxinas do corpo.

 

 

 

 

Author avatar

Overstress

A Overstress é uma empresa que está na vanguarda na área de gestão à saúde em empresas.

Posts relacionados