Scroll to top

Horta de ervas em casa

Ervas podem ser facilmente cultivadas dentro de casa, desde que você tenha certeza de como começar do jeito certo. A chave para criar com sucesso um jardim de ervas de cozinha interior é entender os requisitos das plantas certificando-se de suprir as necessidades das plantinhas. É simples assim! 😁

Por isso a Over preparou umas pequenas dicas para você que quer começar a sua pequena horta dentro de casa.
1. Forneça luz solar direta para a sua hortinha por uma boa parte do dia.

Quanto mais luz você puder fornecer para o seu jardim de ervas, melhor será.

Você sabia que a intensidade da luz contribui para o sabor de suas ervas? Ervas cultivadas em luz clara e forte definitivamente terão o melhor sabor. A luz forte também encoraja seu crescimento. Fornecer luz suficiente é um dos fatores mais importantes no cultivo de ervas com sucesso em ambientes fechados.

Ervas preferem 6-8 horas de luz solar direta. Uma janela ensolarada é um local ideal para o cultivo de ervas em ambientes fechados. Janelas viradas ao norte são a melhor escolha. Você pode adicionar uma pequena mesa diretamente na frente da sua janela se o peitoril da janela simplesmente não for grande o suficiente para caber confortavelmente suas plantas. Ou, se você tem uma janela grande e ensolarada, mas não há lugar para uma mesa, uma prateleira de janela com ventosas é outra maneira de criar um bom ambiente para o crescimento das suas plantas.

 

2. A temperatura deve estar entre 15 e 25 graus.

A temperatura é outro fator importante para o cultivo com sucesso de ervas em ambientes fechados. A temperatura ideal para a maioria das ervas é entre 15 a 25 graus, o que funciona muito bem na maioria dos ambientes domésticos. Ocasionalmente, quando você quiser retardar o crescimento das plantas, a temperatura pode ser reduzida ainda mais entre 15-20 graus. Algumas plantas também exigem um período de dormência. Se você está protegendo as plantas do frio dentro de casa, você pode armazená-las em um local mais fresco.

Mas tome cuidado ao colocar ervas diretamente ao lado da janela. Se as folhas estiverem tocando o vidro, elas poderão queimar à medida que o vidro aquecer com a luz do sol. Já em residências pouco insuladas ou com muito vento, pode ficar extremamente frio ao lado da janela. Você pode resolver esse problema colocando uma toalha entre as plantas e a janela.

A erva mais especial quando se trata de temperatura é o manjericão. Essa erva adora o calor e prefere uma temperatura constante de 25 graus, se possível. Se o manjericão fica muito frio, você saberá imediatamente. As folhas vão começar a murchar e descolorir dentro de 24 horas.

 

3. Uma regagem completa, infrequente e lenta é o melhor.

A chave para regar ervas dentro de casa é permitir que as bandejas sequem um pouco entre as regagens. Teste o solo usando o dedo. Se o solo estiver seco cerca de 5 cm abaixo do topo (mais ou menos, dependendo do tamanho do vaso), então é hora de regar. Não se preocupe se isso é muito seco, pois não vai danificar as plantas.

O solo resseca no topo primeiro, portanto, embora o topo esteja seco, o solo está provavelmente muito úmido no fundo do vaso. Isso faz com que as raízes cresçam profundamente à procura de água promovendo raízes fortes e saudáveis.

Outra dica importante é regar suas ervas lentamente. Se você regar muito rapidamente, a água pode correr diretamente através do vaso e sair pelos orifícios de drenagem no fundo antes que o solo tenha a chance de absorvê-la.

 

 

4. Plante cada erva em um pote separado.

Quando cultivar ervas dentro de casa, não combine várias ervas em um recipiente. Esta é uma boa prática quando cultivar ervas fora de casa, como no jardim, mas se você não tiver as condições perfeitas, pode ser mais difícil criar o ambiente perfeito para várias ervas em um único recipiente. Plantar ervas em vasos separados oferece a maior flexibilidade para elas crescerem dentro de casa.

Você também precisa girar suas ervas para melhorar a circulação de ar ou ajustar a quantidade de luz que elas recebem em um dos lados. Uma erva pode ser atacada por uma praga interna, como moscas de frutas, ou precisa ser encharcada na pia se você esquecer de regá-la. Por isso é muito mais fácil e prático cultivar ervas quando você usa vasos separados. Isso permite cuidar das necessidades de cada planta individualmente.

 

5. Mostre à suas plantinhas um pouco de amor.

Sim, você leu certo, dê um pouco de amor às suas plantas. 🙂

Conversar com suas plantinhas realmente ajuda, liberando dióxido de carbono que as plantas usam para converter em alimentos. Você também deve gentilmente passar a mão sobre os topos de suas folhas, pois o movimento simula o movimento do vento e ajuda a encorajar as hastes a crescerem fortes. Você também pode incentivar seus filhos dando a eles uma plantinha como animal de estimação ou a ajudarem você a cuidar delas.

Siga estas dicas e comece hoje mesmo o seu próprio jardim de ervas para cozinha de interiores! 😊🥗

 

 

 

 

 

Author avatar

Overstress

A Overstress é uma empresa que está na vanguarda na área de gestão à saúde em empresas.

Posts relacionados