Skip links

Inverno na Medicina Tradicional Chinesa

Inverno é tempo de recolhimento, quando há uma desaceleração natural para todos os seres vivos.

Em locais onde o inverno é bem marcante, observamos que a terra descansa e nada produz, a água se solidifica em gelo ou neve, os animais se abrigam e hibernam, a semente dentro da terra aguarda o momento certo para despertar. As árvores que perderam suas folhas no outono, entram em repouso e se preparam para gerar flores e frutos na primavera.

Como somos natureza, então o inverno ocorre também dentro de nós!

Sentimos necessidade de nos agasalhar e nos aquecer, de nos recolher e nos aquietar. O nosso metabolismo fica mais lento e o nosso nível de energia mais baixo.

O inverno é tempo de dormir cedo e acordar tarde. O inverno está principalmente relacionado aos rins e o conjunto de órgãos regidos pelo elemento água como a bexiga, os ossos, o cérebro, os órgãos reprodutores e ainda a audição. Os rins são o armazém da nossa energia e do fogo energético que serve de combustível para a vida e influencia a nossa longevidade.

No Inverno tende a imperar a quietude e a auto-reflexão, sendo visível esta condição marcada na Natureza. Nós devemos aproveitar e tirar proveito dela, controlando e evitando assim estados emocionais mais intensos.

Esta estação pertence ao elemento Água, corresponde à velhice – a emoção que lhe está associada é o Medo.

O Medo faz-nos recolher, contrair e dificulta a não acção, estando assim em consonância com o energia da Estação. O medo está presente em nossa vida por uma razão fundamental: a sobrevivência! Mas se sentirmos medo ou pavor de forma habitual, estes poderão repercutir diretamente na energia do Rim, levando a perda de vontade, vitalidade e energia interior. Por isso, este é momento de cuidar destas emoções e tratá-las com carinho e cuidado. Devemos fazer o necessário para manter uma mente tranquila e saudável para assim proteger nossa energia interna.

Confira agora o Minuto Over! 😉👇

 

Compartilhe esse conteúdo 😉