Skip links

Por que investir na fidelização de colaboradores?

Se qualificar, conseguir um emprego e permanecer anos até se aposentar. Esse caminho foi percorrido por grande parte de nossos avós e pais, porém que já não é o mesmo que traçamos, e certamente, não será de nossos filhos e netos. 

Essa mudança de mentalidade das novas gerações em relação à estabilidade no emprego culminou em um desafio para as empresas, que tiveram que repensar o modo de agir para tentar frear a rotatividade constante. 

Leia mais sobre o assunto: 

Capital humano e cultura organizacional

O sucesso de uma empresa é de dentro para fora, isso significa afirmar que uma cultura organizacional definida e experienciada todos os dias pelos colaboradores influência nos resultados externos da empresa.

Além disso, agrega valor a imagem e reputação perante o mercado de atuação, pois, nota-se que há uma estrutura de posicionamento sólida que impacta positivamente colaboradores. 

O segredo é o comprometimento com a fidelização do colaborador, que começa desde do processo seletivo, onde você, como gestor de RH, demonstra no seu modo de agir os valores da organização.

Antes de tudo, vale parar e refletir: quais são esses valores que estou representando, e principalmente, quais são vividos no posto de trabalho? Saúde e bem-estar é um deles?

A definição desses valores é um processo difícil, envolve o conhecimento holístico da organização, sendo como fazer promessas que devem ser lembradas e cumpridas enquanto a empresa existir. 

É fato que não há como abranger todos os valores, mas existe a possibilidade de estabelecer uma hierarquia e dar prioridade aos mais importantes, que fazem realmente sentido para quem está ali e quem futuramente a organização deseja que integre o time.  

As alternativas de fidelização 

Plano de carreira, treinamentos, benefícios culturais e de lazer, liderança compartilhada, diversidade e inclusão, entre outros recursos são utilizados com objetivo de manter os colaboradores.

Embora todas essas melhorias ofertadas sejam válidas, infelizmente a mensuração de resultados pode não ser tão boa quanto esperada, devido a uma série de fatores, que não é responsabilidade somente da empresa. 

De qualquer modo, o que importa é certeza de que as alternativas foram escolhidas de forma estratégica e condizem com a cultura organizacional implementada. 

Estabelecer um prazo para avaliar novamente a efetividade da ação e conversar com colaboradores diretamente para coletar informações a respeito também ajuda nessa questão. 

Impactar a vida fora do ambiente de trabalho é uma possibilidade, sendo práticas associadas a saúde e bem-estar as mais relevantes. 

Com a saúde em dia, as experiências de vida, seja com colegas, amigos ou família, são melhores aproveitadas. 

Além disso, colaborador se sente melhor, tanto do aspecto físico quanto mental para desempenhar suas funções adequadamente no posto de trabalho, facilitando o processo de fidelização a empresa contratante. 

Compartilhe esse conteúdo 😉