Scroll to top

Procrastinação, a vilã da saúde

Todo sabemos e experienciamos os problemas causados pela procrastinação no nosso trabalho e na nossa vida. Mas você sabe que o hábito de procrastinar também pode afetar negativamente a sua saúde?

Cientistas da Universidade Fuschia Sirois of Bishop’s University  (Quebec – Canadá), sugerem que a procrastinação está indiretamente relacionada com problemas como Hipertensão e Doenças Cardiovasculares.

As evidências mostram que você deixar de lado suas obrigações causam tensão e ansiedade. Isso porque seu consciente sabe que você está deixando de fazer coisas importantes e que talvez não consiga fazer depois, resultando em má performance e tarefas inacabadas.

A procrastinação em sí não é a causadora desses problemas cardíacos e vasculares, a culpa vai para outros problemas que ocorrem por causa da procrastinação e que facilitam o surgimento desses problemas cardiovasculares. Alguns desses problemas podem ser:

Stress:

O efeito número 1 da procrastinação. Às vezes procrastinamos por estarmos estressados, porém o efeito é totalmente o contrário. O Stress vem à tona pela preocupação causada por tarefas e compromissos não feitos ou inacabados e acaba sendo potencializado caso essas demandas não consigam ser cumpridas.

 

Culpa:

Procrastinadores tendem a se culparem por deixarem de fazer suas tarefas e tendem a se sentir estagnados ou preguiçosos.

 

Procrastinação na saúde:

Procrastinar em suas tarefas cotidianas é uma coisa, mas quando se procrastina em questões de saúde o problema se agrava muito mais. Procrastinar quando é algo relacionado à sua saúde é extremamente perigoso. Acabando que alguns problemas pequenos se agravam pela falta de cuidado e acompanhamento.

 

Ansiedade:

Normalmente a ansiedade surge de alguma preocupação com algo que irá acontecer, seja isso bom ou ruim, e, ao contrário do medo (que está relacionado à crises de pânico, e surge de repente), as crises de ansiedade são uma resposta do nosso cérebro para evitar problemas futuros. (Para saber mais sobre como lidar com a ansiedade, clique AQUI e confira a matéria que a Over preparou sobre o assunto).


Saindo da procrastinação:

Seja ativo ao invés de passivo:

Adote a regra dos 5 minutos; se algo pode ser feito em menos de 5 minutos, faça agora e não deixe para depois.

 

Saiba por que você está procrastinando:

Entender o motivo da sua procrastinação e o que você espera com isso é um passo muito importante para entender esse processo.

 

Adote o uso de agendas e calendários e se programe:

Um calendário de afazeres bem elaborado pode fazer com que você defina horários para fazer suas tarefas e separar tempo em que você pode fazer as coisas que gosta sem peso na consciência.

 

Para saber mais como lidar com a procrastinação, também leia as matérias da Over sobre Como Gerir seu Tempo clicando AQUI e também sobre Como Manter o Foco no Trabalho clicando AQUI.

Author avatar

Overstress

A Overstress é uma empresa que está na vanguarda na área de gestão à saúde em empresas.

Posts relacionados