Scroll to top

Você sabe diferenciar a fome física da emocional?

 Alguns sinais podem te ajudar a identificar se você está realmente com fome, ou se você está transferindo para a comida alguma emoção que esteja sentindo no momento.

 É muito comum que pessoas ansiosas ou mesmo tristes, possam tentar suprir as frustrações com algum alimento, mas isso não é realmente eficaz. Na grande maioria dos casos, este comportamento traz a sensação de culpa após o consumo, além do possível ganho de peso.

 Pensando nisso, listamos alguns sinais que podem lhe ajudar a identificar isso e agir da maneira que for mais adequada ao momento.

 Sinais de fome física:

  • Estômago roncando ou sensação de queimação e até um pouco de dor;
  • possível dor de cabeça;
  • pensando ou considerando opções de comida;
  • sensação de baixa energia;
  • a fome vai aumentando aos poucos;
  • já se passou algum tempo após a última refeição;
  • a comida traz saciedade e satisfaz.

Com esses sinais, apenas coma! Sem julgamentos, com calma e atenção.

 Sinais de fome emocional:

  • Ausência de sinais físicos;
  • desejos específicos (doce, pizza…);
  • comer o que deseja parece ser a única opção;
  • não passou tempo desde a última refeição
  • surge repentinamente
  • te faz vagar a procura de algo específico para comer, outra comida não te satisfaz.

Quando estes forem os sinais, saia da cozinha! Procure distrações como a leitura, exercícios ou passeio. Durma. Mantenha as mãos ocupadas. Arrume algo que esteja desorganizado, ou faça algum planejamento. Relaxe e respire! Pratique algum autocuidado. Ou apenas converse com alguém…

Estas atitudes trarão mais conforto do que a comida, que pode te trazer uma sensação boa de início, mas pode evoluir para a culpa e virar outro problema emocional.

 Isso é autoconhecimento! Conheça os sinais do seu corpo, e dê a eles a devida atenção.

Confira agora no Minuto com a Over! 😊⬇️

Compartilhe esse conteúdo 😉
Author avatar

Overstress

A Overstress é uma empresa que está na vanguarda na área de gestão à saúde em empresas.

Posts relacionados